quinta-feira, 29 de julho de 2010

Belo Monte: quem vai financiar a destruição?

Os críticos referem-se à Usina Hidrelétrica de Belo Monte como um projeto faraônico. Esse conceito surgiu não apenas pelo seu tamanho e potencial, mas também pelos custos que vai gerar.

Ambientalistas, indigenistas, economistas, pesquisadores e estudiosos questionam sobre quem vai pagar a conta de Belo Monte, quem são os financiadores e qual a responsabilidade que eles têm acerca dos impactos gerados pela obra.

Para isso, instituições que lutam contra a construção de Belo Monte encaminharam uma notificação aos financiadores, apontando o motivo pelo qual eles serão os responsáveis pelos danos ambientais que a obra vier causar.

Em entrevista à IHU On-Line, o coordenador do Programa Eco-Finanças da Amigos da Terra - Amazônia Brasileira, , Roland Widmer, fala sobre a notificação e afirma que até o momento o documento só foi enviado ao BNDES, mas os Fundos de pensão e os Fundos de Investimento do FGTS receberão o mesmo na próxima semana.

Confira a entrevista: http://www.coiab.com.br/coiab.php?dest=show&back=index&id=553&tipo=N

Veja outras entrevistas sobre os impactos do AHE Belo Monte: http://telmadmonteiro.blogspot.com/2010/07/belo-monte-quem-vai-pagar-essa-conta.html

domingo, 25 de julho de 2010

Barcos com bandeira espanhola seguirão para Gaza

El cooperante Manuel Tapial, uno de los tres españoles que estaba a bordo de la 'Flotilla de la Libertad' que fue abordada el pasado mes de mayo por tropas israelíes, anunció ayer que la Asociación Cultura, Paz y Solidaridad enviará dos barcos con bandera española hacia Gaza para romper el bloqueo.

Así lo manifestó el activista tras presentar en la Audiencia Nacional junto a su compañera Laura Arau, que también formaba parte de la expedición, una querella por crímenes de guerra y contra la humanidad contra el jefe del Ejecutivo israelí, Benjamin Netanyahu, otros seis ministros de su Gobierno y un alto cargo militar.

Ler mais em: http://www.rebelion.org/noticia.php?id=110253&titular=activistas-de-la-flotilla-de-la-libertad-presentan-en-la-audiencia-nacional-española-una-querella--

Bradley Manning: preso por mostrar a verdade.


No dia 27 de Maio, o soldado Bradley Manning, 22 anos, foi preso em Bagdá, no Iraque. Depois, transferido para uma prisão militar dos EUA ,no Kuwait, onde se encontra atualmente. Sua prisão aconteceu depois que o ex-hacker Adrian Lamo (condenado por ter invadido o site do New York Times) entregou para o FBI e o Exército dos EUA e-mails e logs (registros) de suas conversas com Manning, onde ele confessa ser a pessoa que vazou o vídeo "Assassinato Colateral" (Colateral Murder) para o site WikiLeaks.org (publicado no dia 10 de Abril na internet). O Daily Beast publicou um artigo no dia 10 de junho dizendo que a prisão de Bradley Manning fez com que o Pentágono iniciasse uma caçada para encontrar co-fundador e porta-voz do site wikileaks, o australiano Julian Assange, por temer a publicação de novos documentos secretos que poderiam causar sérios danos a segurança nacional dos EUA.

Existem muitos soldados que estão tomando uma posição contra as guerras no Iraque e no Afeganistão. Mas Bradley Manning não somente tomou uma posição contra como fez algo a respeito. Ele ajudou a fazer o que Daniel Ellsberg fez em relação a guerra no Vietnã. Ele ajudou a alertar o povo norte-americano sobre como ele está sendo enganado por seu próprio governo a respeito das guerras. Os familiares das vítimas mostradas no vídeo "Assassinato Colateral", declararam que "Justiça foi o que Manning fez. O exército deveria condecorá-lo e não prendê-lo."

Ler mais em: http://prod.midiaindependente.org/pt/blue/2010/07/474962.shtml

ps: o acesso aos vídeos foi publicado aqui no blog, em abril/2010 (http://subversivas.blogspot.com/2010/04/tropa-dos-eua-mata-civis-no-iraque.html)

PSOL apoia AIR



O PSOL se solidariza com a luta e apoia integralmente a ação dos indígenas. Apresenta ainda as seguintes diretrizes gerais e tarefas, que serão assumidas por todas as candidaturas majoritárias e proporcionais lançadas pelo partido:

- Apoio à demarcação, homologação, titulação e garantia de inviolabilidade dos territórios indígenas, quilombolas e os territórios de matriz africana; combate ao racismo ambiental.
- Apoio aos povos indígenas, ribeirinhos e das populações tradicionais, contra a construção da hidrelétrica de Belo Monte.
- Defesa da soberania nacional, fim da privatização das florestas, revogação da MP 458, que legaliza a grilagem no campo; desmatamento zero.
- Pela revitalização e contra a transposição das águas do Rio São Francisco; contra obras que inviabilizam a permanência das comunidades tradicionais da região; defesa da revitalização e implantação de projetos para combater os efeitos da seca.
- Fim da criminalização dos movimentos sociais e da pobreza; anistia a todos os militantes e dirigentes dos movimentos perseguidos com mandatos de prisão, condenações e processo judiciais.

sábado, 24 de julho de 2010

Luta pela nomeação dos aprovados em concursos públicos


A Associação dos Concursados do Pará convida você a se manifestar publicamente no Ato Público dos Concursados pelas nomeações de todos os aprovados nos concursos públicos realizados pela administrações públicas estadual, TJE, TCE e municipais, que será realizado no dia 03/8 (terça-feira), às 9 horas da manhã, na praça santuário (CAN),
Desde o dia 03/12/2009, a administração pública estadual já contratou milhares de servidores temporários, conforme o Diário Oficial do Estado, que ocupam clara ou veladamente as vagas dos concursados.

Blog dos concursados: http://blogdosconcursados.blogspot.com/

Contatos: asconpa@yahoo.com.br
José Emilio Almeida / presidente ASCONPA: 8158-2198

quarta-feira, 21 de julho de 2010

MAB lança vídeo: luta em defesa do rio Xingu



Acessar o vídeo completo (4 partes): http://www.mabnacional.org.br/noticias/190710_video_xingu.html

18/09/2010: romper o cerco a Gaza


O ”Viva Palestina” organizou três maciços comboios por terra para Gaza, nos últimos 18 meses - que entregaram sua ajuda -, e participou da Flotilha da Liberdade. Durante as últimas semanas, discutimos com as organizações parceiras sobre a forma de coordenarmos os esforços de ajuda por terra e mar, de modo a ter o máximo impacto.

Como resultado dessas discussões, o “Viva Palestina” está lançando "Viva Palestina 5 - a salvação global de Gaza", um comboio terrestre gigante saindo de Londres no sábado, 18 setembro, juntamente com os comboios que saem de Casablanca e de Doha coordenados com uma flotilha para Gaza pelo mar que se pretende que seja a maior e mais internacional de todas as flotilha visando atingir Gaza por via marítima, ao mesmo tempo que os comboios chegam por terra.

Ler mais em: http://vivapalestinaniteroi.blogspot.com/2010/07/ativistas-preparam-maior-acao.html

Belo Monte, omissões, cooptação

André Villas-Bôas trabalha com os povos e a causa indígena desde 1978. Preocupado com os impactos, sociais, culturais e ambientais, das obras em relação à usina hidrelétrica de Belo Monte, ele concedeu a entrevista a seguir, por telefone, à IHU On-Line, onde resgatou os 30 anos de existência deste projeto e avaliou a situação da região neste momento. “Belo Monte é um ‘cavalo de tróia’ de um complexo hidrelétrico que está planejado para o Xingu há muitos anos, mas é só a ponta deste projeto”, resumiu.

Ler mais em: http://www.ecodebate.com.br/2010/07/21/belo-monte-30-anos-de-cooptacao-e-omissoes-entrevista-com-andre-villas-boas/

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Flaskô: fábrica sob controle operário.


Os trabalhadores da Flaskô, mais uma vez em caráter de urgência, convocam todos os trabalhadores e trabalhadoras, suas organizações/entidades democráticas e populares, a participarem nesta sexta-feira, dia 16/07, às 13hs, do ato público “Em defesa da Flaskô – contra qualquer ameaça de fechamento da fábrica”, que será realizado na sede da Flaskô.

mais de 7 anos os trabalhadores mantém os empregos e o controle da fábrica na luta em defesa dos empregos e do parque fabril. Nestes anos construímos, com os moradores de Sumaré, a Vila Operário e Popular possibilitando moradia para mais de 300 famílias, construímos e desenvolvemos o projeto “Fábrica de Cultura e Esporte”, trazendo cultura, esporte e lazer para a juventude de Sumaré. Por isso, é necessário continuar e luta. Por isso, pedidos o apoio e solidariedade de todos.

Ler mais em: http://fabricasocupadas.org.br/site/?p=475

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Gaza: vamos romper o cerco


"Uma lancha israelense interceptou hoje o barco organizado por uma organização humanitária libia com ajuda destinada à Faixa de Gaza, assegurou hoje a Fundação Gaddafi para o Desenvolvimento que lidera o segundo filho do líder libio, Seif A o-Islão Gaddafi.
“Pediram ao capitão do barco que se dirija para o porto do Arish (em Egipto), insistindo que não permitirá atracar em Gaza em absoluto”, disse a fundação num comunicado em sua página site." Ler mais em: http://somostodospalestinos.blogspot.com/2010/07/israel-intercepta-barco-humanitario-com.html

"Um navio fretado por uma entidade líbia para entregar mantimentos aos palestinos da Faixa de Gaza chegou nesta quarta-feira (14) ao porto egípcio de El Arish, segundo testemunhas, evitando assim um confronto com a Marinha de Israel.
Uma autoridade egípcia disse que o navio Amalthea, de bandeira moldova, atracou em El Arish, porto do Mediterrâneo a cerca de 45 quilômetros da fronteira com Gaza, e começou a descarregar." Ler mais em: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2010/07/barco-libio-com-ajuda-humanitaria-para-gaza-atraca-em-porto-do-egito.html

510 anos depois...


Depois do espancamento dos Índios do Acampamento Indígena Revolucionário, de 10 de Julho 2010, o advogado Arão Guajajara do AIR, faz declaração esclarecedora sobre aspectos de contextos legais e jurídicos da atuação da polícia na frente do Ministério da Justiça Brasileira.
Arão descreve o quadro de defesa do movimento Indígena e seus desdobramentos nas legislações internacionais de Direitos Humanos. Veja os vídeos em: http://acampamentorevolucionarioindigena.blogspot.com/2010/07/declaracao-da-lideranca-arao-da.html
e
http://acampamentorevolucionarioindigena.blogspot.com/2010/07/terrorismo-de-estado-contra-acampamento.html

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Plinio em Belém, debatendo a Amazônia


O candidato à Presidência da República pelo PSOL, Plínio Arruda Sampaio, será o primeiro participante da série de debates sobre a Amazônia e as eleições 2010 organizada pelo Fórum Amazônia Sustentável.
Plínio participa da discussão promovida pelo Fórum no próximo dia 13 de julho (terça-feira), das 16 às 18 horas, no auditório do edfifício Metropolitan Tower, em Belém (PA). O evento será transmitido ao vivo pelo site www.forumamazoniasustentavel.org.br e os internautas poderão enviar perguntas.
O Fórum Amazônia Sustentável, articulado pelo Instituto Ethos e outras 40 organizações não governamentais, pretende ouvir as propostas dos presidenciáveis sobre os destinos da Amazônia.“Será uma chance para que os eleitores saibam o que os candidatos pensam sobre a região e como pretendem conduzir a agenda amazônica, uma das questões mais complexas para o Brasil do século XXI”, diz o pesquisador Adalberto Veríssimo, membro da Comissão Executiva do Fórum. Um dos mais respeitados estudiosos da questão amazônica, Veríssimo será o moderador dos debates.
Entre as diretrizes programáticas da candidatura Plínio para a Amazônia estão: a defesa da soberania nacional e do fim da privatização das florestas; a revogação da MP 458 – que legaliza a grilagem no campo -; o apoio aos povos indígenas, ribeirinhos e das populações tradicionais, contra a construção da hidrelétrica de Belo Monte; e o a apoio à demarcação, homologação, titulação e garantia de inviolabilidade dos territórios indígenas

PSOL vota contra as alterações no Código Florestal

O novo texto do Código Florestal Brasileiro foi aprovado, nesta terça-feira 6, na Comissão Especial sob protestos de entidades ambientalistas e divergências entre parlamentares. O PSOL, desde o início dos trabalhos da Comissão, no ano passado, defendeu a manutenção da legislação do Código Florestal (Lei 4.771/1965) e criticou as alterações apresentadas no relatório, que só tendem a beneficiar o agronegócio em detrimento dos biomas brasileiros.

Ler mais em: http://psol50.org.br/?p=3376